terça-feira, 3 de maio de 2011

Naturismo Familiar

Economia: serve tanto como organograma da FBrN,
da Brasil Naturista, e como árvore de família!
No Praia do Pinho em março, a FBrN escolheu uma nova administração, com Marcelo Pacheco como vice-presidente.

Foi Pacheco que chamou uma reunião "de emergência", e totalmente irregular, para destituir Dr. André da presidência da FBrN quando foi preso em 11/12/2007, baseado em denúncias de pessoas da Colina do Sol que tinham rixas com Dr. André, ou dívidas com Fritz Louderback.

Em 2009, no Mirante do Paraíso, foi Pacheco com nove votos - dos passaportes que vende para os assinantes da sua revistinha de gente pelada e com procurações - que definiu a diretoria da FBrN. Tinha um terço do total dos votos, na reunião conduzido à portas fechadas, contrariando a lei.

Foi nomeado como secretária Rayssa Sousa. Entre uma noticia ou outra da FBrN, a secretaria se transformou em Secretaria-Geral, com se fosse comandando as Nações Unidos! Porque? O posto de "secretário" é praxe em organizações, que nem "tesoreiro". A FBrN sempre teve um, sem ser "geral".

Enquanto é um posto com menos brilho do que "Secretário-Geral", a FBrN teve secretárias que não serão logo esquecidas. Por exemplo a então Sra. Zumbi, que era secretária da FBrN até que ela fugiu para a Praia do Pinho com o filho de 16 ou 15 anos de Fritz Louderback.

Logo depois do posse veio da FBrN um novo oficial, "Diretor de Comunicação", Giulliano Pacheco. Irmão de Marcelo Pacheco, e "Jornalista" do equipe de Brasil Naturista.

E agora mais um título esplêndido engorda a panteão da FBrN, com a nomeação de um "Diretor de Relações Internacionais", que é Diogo Moreschi, irmão da Carina Moreschi, Editora-Chefe da Brasil Naturista, e mulher de Marcelo Pacheco.

Já quase esgotou o masthead de Brasil Naturista, faltando que cargos sejam inventadas para Carina e para Glacy Machado.

Aqui, então é a verdadeira "naturismo familar". Está tudo em familia, e sempre cabe mais um.

Delusões de grandeza

E haja palavras! Além dos "diretorias" e "gerais", alguém não poder ser simplesmente dado um cargo. Não, o presidente emite uma "portaria"! Desculpe, li de novo, é uma Portaria, com o maiúsculo.

Lembra a Colina do Sol, onde um multitude de conselhos sempre ofuscava a realidade de que Celso Rossi dava as cartas, ou depois, a corja. Lembra a "Código de Ética" que nada há de ética, sendo somente uma desculpa conveniente para expulsar pessoas inconvenientes.

Quem se deixaria ser acorrentado pela realidade, quando as palavras habilitam liberdade sem limites para pintar a mundo das cores que prefere, e nós exaltar ao tamanho das nossas delírios?

Todos os ovos

"Colocar todos seus ovos num único cesto" é um expressão inglês que pega bem o risco de entregar a FBrN para Brasil Naturista.  É apostando tudo. E como a expressão lembra, ovos são frágeis.

No caso Colina do Sol, a imagem que a FBI americano acho mais significativa, foi da menina Laura, cujo tratamento médico nos EUA foi organizado pelo Fritz Louderback. Notícias do caso de Laura e imagens semelhantes aparecerem em Naturis, onde na época Marcelo e Carina estavam no "Conselho Diretor".

Contra Nelci Rones em Tambaba, uma das evidencias foi ... ele tinha exemplares de Brasil Naturista. Das evidências contra Dr. André, entre bichos de pelúcia e cartões postais do Rei Leão, destacou-se uma cópia de Brasil Naturista, como mostramos aqui.

Apreenderam também como evidências, DVDs naturista. Dr. André informa que ele tinha, sim, a coleção inteira de DVDs de Brasil Naturista

Se possuir Brasil Naturista é indício de abuso, que tal publicar?

Sendo que possuir Brasil Naturista é indício de pedofilia, porque publicar não é? Porque o equipe de Brasil Naturista não é alvo de atenção das autoridades, também?

Bem, responderei esta pergunta com outro: Quem disse que Brasil Naturista não está na mira, que os passos da Lei não estão se aproximando?

O TAC

Há, como nossos leitores sabem, um TAC com a Promotoria de Taquara, em que Colina do Sol se compromete a não permitir fotos de crianças nuas dentro da Colina do Sol, sob multa de R$10 mil, além das conseqüências civis e criminais. Edição 06 de Brasil Naturista tinha na capa a foto da vítima K.M., de uns dois anos de idade, e dentro da revista, o menino completamente nu, dentro da Colina.

É uma violação cabal do TAC, e uma multa de R$10 mil para a Colina. Houve um boato - foi me negado acesso aos papeis do caso, então não tenho como comprovar - que o processo administrativo que resultou no TAC, tinha sr. Pacheco num papel proeminente. Sr. Pacheco é sócio e antigo dirigente da Colina do Sol, e sabia perfeitamente do TAC, que ajudou violar. A matéria foi escrito pelo Giuliano Pacheco, colocando ele também como responsável.

E da parte da Colina, seria diretamente responsável seu então presidente, Etacir Manske, agora dirigente da FBrN, também.

Sr. Marcelo Pacheco foge faz anos de oficiais de Justiça em dois casos civis para publicar fotos de crianças nuas, sem permissão dos seus pais. Evitar oficial de Justiça, ouvi, não é crime. Mas pega mal, e é algo que poder ser citado contra alguém que se proponha a destacar um papel publico.

A montanha venha

Há notícia na página da FBrN de que esta vai debater "Sexualidade, pedofilia, turismo sexual... (queremos encampar também a luta contra o turismo sexual, principalmente no Nordeste)".

Não vejo porque a FBrN deve se esforçar para correr atrás da "luta" contra turismo sexual.

Primeiro, porque não lutar contra o nepotismo? Não parece um problema mais urgente para a FBrN?

Segundo, pois não passa de um linchamento, uma caça às bruxas. "Luta" é o que nós aqui travamos a favor de Dr. André Herdy e Nelci Rones. A "luta contra peodfilia" é uma unanimidade que ilustra perfeitamente o ditado de Nelson Rodrigues de que "toda unanimidade é burra". 

Terceiro, é desnecessário a FBrN ir para esta luta. Pois pode simplesmente aguardar. A luta chegará à ela.

Um comentário:

Jacques disse...

Que confusão!!!! Se possuir ou publicar fotos de crianças nus ou familias com crianças nus e pedofilia, então todas as associaçoes francesas, em primeiro a federação national e pedofila... Estou muito triste ler tanta coisa sobre este assunto no Brasil. O naturismo brasileiro hoje ocorre um risco grande de acabar com uma proibição total. Os viciados vão ganhar porque são muito mais organisados que os naturistas.